Filme alemão é forte candidato no Festival de Berlim

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 13:55 BRST
 

Por Mike Collett-White

BERLIM, 17 Fev (Reuters) - O drama alemão "Barbara" é o favorito da crítica para levar o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Cinema de Berlim, o que seria a primeira vitória de uma obra da Alemanha desde 2004.

A exibição cinematográfica, que dura 10 dias e atrai milhares de jornalistas, críticos e executivos da indústria do cinema de todo o mundo, termina no sábado com a cerimônia de entrega dos prêmios.

Fora do circuito principal da competição, Angelina Jolie e Brad Pitt caminharam no tapete vermelho na apresentação do drama da guerra da Bósnia "In The Land of Blood and Honey", dirigido por ela, enquanto Meryl Streep foi homenageada no dia 14 com um prêmio por sua carreira no cinema.

Mas à medida que o festival, também conhecido como Berlinale, chega próximo do fim, o foco se volta para o provável ganhador.

Uma vitória para "Barbara", ambientado em 1980, no repressivo mundo da Alemanha Oriental comunista, iria claramente ter impacto na cerimônia que ocorre muito próxima do local onde o Muro de Berlim uma vez dividiu o país.

Apenas um dos 18 filmes que disputam o Urso de Ouro e outros prêmios ainda está para ser exibido - "War Witch", ambientado em um país da África não especificado.

Uma enquete informal dos críticos em Berlim mostrou que Barbara tem uma estreita vantagem sobre o candidato italiano "Caesar Must Die", um documentário-drama realizado em uma prisão de alta segurança perto de Roma, onde os detentos ensaiavam a produção da peça "Júlio César", de Shakespeare.

Não muito atrás está "Tabu", filme em preto e branco do português Miguel Gomes, sobre uma mulher egocêntrica chamada Aurora, que se passa primeiro em Lisboa e depois na África e que os críticos elogiaram por brincar com as convenções das narrativas.

Em um ano forte para os documentários, os críticos destacaram "Marley", a primeiroa biografia autorizada da lenda do reggae, "Tomorrow", sobre um grupo de artistas dissidentes russos, e "Canned Dreams", que expõe os absurdos da produção de alimentos.

 
O diretor Christian Petzold (D) e membros do elenco Nina Hoss e Ronald Zehrfeld posam para fotos durante promoção do filme "Barbara" na 62o Festival Internacional de Berlim, em Berlim. 11/02/2012  REUTERS/Morris Mac Matzen