Samba diferenciado é aposta da Portela para pôr fim a jejum

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012 03:01 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A passagem da Portela pela avenida foi ao ritmo de um samba que é a grande aposta da escola para conquistar o primeiro título do Carnaval do Rio de Janeiro desde 1980.

A homenagem da azul e branco de Madureira à Bahia, com o enredo "Bahia: E o povo na rua cantando... É feito uma reza, um ritual", teve como ponto alto a letra do samba cantado pelo intérpreto Gilsinho, que conquistou o público na noite deste domingo na Marquês de Sapucaí.

O refrão "Madureira sobe o Pelô... tem capoeira/ Na batida do tambor... samba ioiô" ganhou as arquibancadas e empurrou a escola em seu desfile, que apresentou traços marcantes da cultura baiana, com destaque para o Carnaval de Salvador e a cantora Clara Nunes, representada pela também baiana e cantora Vanessa da Matta.

À frente da escola, desfilando juntos no carro abre-alas com a águia, símbolo da escola, os músicos e ícones porteleneses Marisa Monte e Paulinho da Viola exaltaram o samba-enredo como um trunfo da agremiação.

"Eu sou daqueles que acredita que um bom samba e bem cantado tem toda a importância", disse Paulinho a jornalistas antes de subir no carro. "Esse samba é muito bonito, que tem síncope", acrescentou, referindo-se a um estilo de samba diferente daqueles executados normalmente na avenida.

A Portela, que tenta dar a volta por cima este ano após ter sido atingida pelo incêndio na Cidade do Samba às vésperas do desfile de 2011, tirou a cantora baiana Daniela Mercury do Carnaval de Salvador para ser destaque no alto do carro-alegórico "O Canto da Cidade", referência a uma de suas músicas de maior sucesso.

"Estou emocionada, foi espetacular. Nem me lembrei que vou cantar em Salvador depois, mas lá também é espetacular", disse Daniela a jornalistas após desfilar. "Gosto de unir esse Brasil. Sou o Brasil."

Uma ala vestida como o Olodum e a bateria da escola fantasiada como o bloco baiano Filhos de Ghandi foram outras referências feitas pela Portela ao Carnaval de Salvador.

"JORGE AMADO JORGE"   Continuação...

 
Marisa Monte e Paulinho da Viola no carro abre-alas da Portela no Sambódromo do Rio de Janeiro. 19/02/2012 REUTERS/Sergio Moraes