Vila desfila ao amanhacer e contagia torcida

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012 09:55 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Última escola a desfilar, a Vila Isabel fechou a primeira noite do Grupo Especial do Carnaval carioca, já com dia claro nesta segunda-feira e com parte da arquibancada vazia. Os que resistiram à maratona de escolas, no entanto, aplaudiram a azul e branca e gritaram "é campeã".

A escola prestou uma homenagem a Angola. A fauna africana dominou o desfile em que cores como o marrom, laranja, amarelo e preto.

A Vila levou o Kuduro - dança tipicamente africana e que já faz sucesso em Portugal e também no Brasil - para a Sapucaí, ritmo personalizado pela atriz Quitéria Chagas, filha e neta de angolanos.

A escola do compositor Martinho da Vila cantou "Você semba lá... que eu sambo cá - o canto livre de Angola!", e as relações entre Brasil e Angola foram lembradas na avenida.

O enredo de 2012 foi muito comparado com o de 1988, Kizomba, quando a Vila fez grande sucesso e foi campeã.

A escola deixou a Sapucaí confiante de que fez um desfile com condições de brigar pelo campeonato. O segundo e último título foi conquistado em 2006.

"Vamos disputar o primeiro lugar, passamos pela avenida sem nenhum problema, todo mundo cantou o samba", disse o diretor de harmonia da escola, Bebê da Vila.

Outras seis escolas que desfilam pelo Grupo Especial vão passar pelo sambódromo na noite de segunda-feira, entre as favoritas estão Salgueiro, Mangueira e Unidos da Tijuca.

(Por Juliana Schincariol)

 
Passista da Vila Isabel desfila na avenida ao amanhecer de segunda-feira no Rio de Janeiro. 20/02/2012 REUTERS/Nacho Doce