Autoridades de Miami investigam cantor Chris Brown

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 12:29 BRST
 

24 Fev (Reuters) - As autoridades de Miami iniciaram uma investigação sobre o cantor de R&B Chris Brown, atualmente em liberdade condicional por ter agredido a ex-namorada Rihanna, por relatos de que ele pode estar envolvido no roubo de um celular.

O site de celebridades TMZ.com divulgou que uma mulher de 24 anos registrou um boletim de ocorrência em Miami Beach no domingo passado por roubo, e que Brown foi acusado.

A notícia no TMZ dizia que a mulher tentou tirar fotos do cantor quando ele saía de um clube noturno e que Brown pegou o iPhone dela e foi embora.

Nem a polícia de Miami Beach, nem os agentes de Brown retornaram os telefonemas em busca de uma declaração, na quinta-feira.

Mas a procuradora-geral do Estado da Flórida no condado de Miami-Dade, Katherine Fernandez Rundle, divulgou um comunicado abrangendo "relatos falsos... com relação à investigação do Departamento de Polícia de Miami Beach sobre o cantor Chris Brown".

"Meus promotores estão atualmente falando com testemunhas e revendo todo o material fornecido pela polícia de Miami Beach. Apenas depois que essa revisão estiver completa será considerado ou tomado algum tipo de ação", disse ela em comunicado.

Brown, de 22 anos, que ganhou um Grammy no começo deste mês, está na metade de sua liberdade condicional de cinco anos depois de assumir a culpa pela agressão por ter batido na ex-namorada Rihanna em 2009. Se for novamente detido, o cantor corre o risco de cumprir pena de prisão por violar sua condicional.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)