"O Artista" recebe Oscar de Melhor Filme e outras 4 estatuetas

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 02:09 BRT
 

27 Fev (Reuters) - O Oscar de Melhor Filme foi para "O Artista", romance francês ambientado em Hollywood nos anos de 1920 e 1930 sobre um ator falido que descobre o amor em tempos em que o cinema está mudando do mudo para o falado.

O filme ganhou cinco prêmios na 84ª edição do Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Figurino e Melhor Direção.

A produção francesa empolgou os críticos com sua história, mas o romance não atraiu muitos fãs nas bilheterias, tendo vendido apenas 30 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá.

Mudo 99 por cento do tempo, narra a história de George Valentin, um astro do cinema mudo em decadência e cuja carreira foi ofuscada por Peppy Miller, mulher que ele ama, em um momento no qual o som está pondo um fim à era do cinema mudo.

O filme de Michel Hazanavicius homenageia o antigo cinema norte-americano, em torno do estúdio Kinograph.

"O Artista" também ganhou sete prêmios da Academia Britânica de Cinema e Televisão (Bafta, sigla em inglês), incluindo melhor filme, na cerimônia realizada em Londres.

O filme teve dez indicações ao Oscar, perdendo apenas para "A Invenção de Hugo Cabret", de Martin Scorsese, outra homenagem aos primórdios do cinema sobre um menino perdido que tenta encontrar o caminho de casa.

O Oscar de Melhor Filme tinha outros oito concorrentes: "Cavalo de Guerra", "O Homem que Mudou o Jogo", "Os Descendentes", "A Árvore da Vida", "Meia-noite em Paris", "Histórias Cruzadas", "A Invenção de Hugo Cabret" e "Tão Forte e Tão Perto".

 
O produtor do filme "O Artista", Thomas Langmann, recebe o Oscar de Melhor Filme, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O romance francês recebeu outras quatro estatuetas na noite. 26/02/2012 REUTERS/Gary Hershorn