Principal estilista da Yves Saint Laurent deixa cargo

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 13:45 BRT
 

PARIS, 27 Fev (Reuters) - A marca francesa Yves Saint Laurent não terá mais Stefano Pilati como principal estilista, anunciou a controladora PPR nesta segunda-feira, e o substituto deverá ser anunciado depois do último desfile do estilista, em 5 de março.

Pilati, que foi o chefe de criação da marca nos últimos sete anos, deve ser substituído por Hedi Slimane, ex-estilista principal de roupas masculinas da Dior, relatou a agência de notícias France Presse no sábado, citando fontes próximas ao assunto.

Já circulavam rumores de Pilati deixaria o posto no ano passado e seria substituído por Raf Simons, estilista da Jil Sanders, o que fez a YSL divulgar um comunicado em setembro negando a saída de Pilati.

Sob a criação de Pilati, particularmente os itens luxuosos de couro criados por ele, a YSL retornou à lucratividade em 2008, mas foi duramente atingida pela crise de 2009.

Pilati "foi instrumental na reconstrução e reposicionamento de uma marca de luxo francesa icônica", disse a YSL em comunicado.

Se Slimane for confirmado como diretor criativo da YSL, marcaria um retorno do estilista que já chefiou o segmento de roupas masculinas da marca francesa entre 1997 e 2000, antes de ser adquirida pela PPR.

Slimane, de 43 anos, foi estilista de roupas masculinas para a Christian Dior entre 2001 e 2007, tornando-se conhecido pelos cortes skinny. Nos últimos anos, ele tem se dedicado à fotografia, publicando um livro de retrospectivas no ano passado chamado "Anthology of a Decade" (Antologia de uma Década).

(Reportagem de Astrid Wendlandt)