Balenciaga leva glamour corporativo à Fashion Week de Paris

quinta-feira, 1 de março de 2012 17:05 BRT
 

Por Pascale Denis e Mathilde Gardin

PARIS, 1 Mar (Reuters) - A Balenciaga levou ao mundo da moda um olhar em alto estilo e bem acabado do glamour corporativo na quinta-feira, em um desfile realizado em um conjunto de escritórios que contou com formas volumosas e blocos de cor.

Brincando com os acabamentos, indo do brilhante ao fosco, e incorporando couro, lã e seda, o estilista Nicolas Ghesquiere combinou flashes de azul elétrico ou cítrico com pretos e cinzas para compor um look moderno e futurista.

Vestidos de couro e de seda serviram como painéis de cores e texturas - vermelho berrante embaixo e uma seda preta cintilante no corpete, cortado em dois por um tecido creme e preeto.

As calças estavam largas nos quadris e ficavam mais justas na região do tornozelo em um estilo tipo paraquedas, ao mesmo tempo estruturadas e soltas, e criando uma vibe de começo dos anos 1980 na coleção outono/inverno.

A Balenciaga, que agora pertence ao grupo de luxo francês PPR, é uma das grandes marcas do século 20. Ela apresentou sua primeira coleção em Paris em 1937, pelas mãos do fundador Cristobal Balenciaga, que nasceu na região basca da Espanha.

Chamado de "Picasso da moda" por ninguém menos do que Cecil Beaton, Balenciaga introduziu a saia balão e outros designs definidores nas décadas do pós-guerra e vestiu a elite abastada.

A marca, que desfrutou de um revival desde a contratação de Ghesquiere em 1997, mostrou sua coleção no 27o andar de um moderno prédio de escritórios com uma vista impressionante de Paris. As modelos desfilavam por passarelas improvisadas marcadas por spots de neon no chão.

O jogo de texturas e um pendor para o brilho também foram observados no desfile de Guy Laroche na quarta-feira, quando o estilista Marcel Marongiu apresentou blusas pretas, cheias de volume, com calças ou saias bouclê, e vestidos soltos cujo drapeado evocou a elegância dos anos 1920.