Documentário "difamatório" russo provoca protestos

sexta-feira, 16 de março de 2012 19:39 BRT
 

Por Thomas Grove

MOSCOU, 16 Mar (Reuters) - Um documentário a favor do Kremlin alegando que russos foram pagos para comparecer aos maiores protestos contra o mandato de 12 anos de Vladimir Putin provocaram uma resposta furiosa da oposição nesta sexta-feira e a promessa de mais manifestações ao longo do fim de semana.

A oposição disse que organizará um comício do lado de fora da torre de transmissão de Ostankino em Moscou no domingo para protestar contra o vídeo transmitido na quinta-feira no canal de televisão NTV, que é controlado pelo gigante estatal do gás natural Gazprom.

"O documentário não passa de mentiras, do começo ao fim, uma insolente manipulação dos fatos", disse o líder da oposição Boris Nemtsov. "Todo o filme foi financiado com dinheiro fornecido por debaixo da mesa pelo Kremlin".

O filme da NTV, chamado "Anatomia de um Protesto", sugeriu que dois dos organizadores das manifestações -o autor de um blog anti-corrupção, Alexei Navalny, e o político da oposição, Vladimir Ryzhkov- tiveram dificuldades para atrair manifestantes.

O filme mostra de mulheres de meia-idade entregando milhares de rublos em pagamento para vídeos de protestos recentes, sugerindo que russos foram pagos para comparecer.

O vídeo de 36 minutos também sugeria que manifestações foram financiadas pela Casa Branca com o objetivo de prejudicar Putin, que emergiu vitorioso nas eleições presidenciais com mais de 63 por cento dos votos.

O primeiro-ministro de 59 anos de idade, que se prepara para voltar ao Kremlin em maio, enfureceu manifestantes ao dizer que o símbolo dos protestos, um laço branco, se assemelha a preservativos e alegando que a oposição recebia pagamento de governos estrangeiros.