De Niro se desculpa por piada sobre "primeira-dama branca"

quarta-feira, 21 de março de 2012 19:20 BRT
 

21 Mar (Reuters) - O ator Robert De Niro pediu desculpas na quarta-feira por uma piada feita durante um evento democrata de arrecadação de doações eleitorais - em que, na presença de Michelle Obama, ele alertou para o risco de os EUA voltarem a ter "uma primeira-dama branca".

O astro de "O Poderoso Chefão" e "Touro Indomável" disse que não teve intenção de ofender Michelle, que é negra, ao fazer referência às esposas dos pré-candidatos republicanos Newt Gingrich, Rick Santorum e Mitt Romney.

"Meus comentários, embora ditos em tom satírico, não se destinavam a ofender ou constranger ninguém, especialmente a primeira-dama", disse De Niro em nota.

"Callista Gingrich, Karen Santorum, Ann Romney: agora, vocês realmente acham que nosso país está pronto para uma primeira-dama branca? Não tão cedo, certo?", disse o consagrado ator no evento de segunda-feira em Nova York, ao apresentar Michelle Obama como oradora principal.

Newt Gingrich disse que a piada é indesculpável e estimula divisões. Assessores de Michelle Obama disseram que a piada foi "inadequada".

(Reportagem de Jill Serjeant)