Beyoncé pode entrar no Guinness como menor cadela do mundo

quinta-feira, 29 de março de 2012 20:08 BRT
 

Por Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES, 29 Mar (Reuters) - A diva do R&B Beyoncé está enfrentando a concorrência de uma xará fofinha e peluda que virou celebridade e está conquistando fãs no mundo todo.

Com apenas três semanas de vida, a cadelinha Beyoncé tem tudo para virar estrela, e seus donos querem colocá-la no livro Guinness como o menor cão do mundo a ter sido salvo por humanos.

Beyoncé nasceu em 8 de março, pesando menos de 30 gramas, depois que sua mãe, Casey, foi resgatada das ruas de uma cidade da Califórnia. Ao nascer, ela cabia numa colher.

A julgar pela mãe, acredita-se que o animal seja mestiço das raças dachshund, pinscher miniatura e chihuahua. O pai, porém, é desconhecido.

Os salvadores dela na Fundação Grace, no norte da Califórnia, disseram que Beyoncé pareceu natimorta, mas começou a respirar por conta própria após receber massagem cardíaca e outras técnicas de reanimação.

O nome foi dado em alusão à canção "Survivor" (sobrevivente), de Beyoncé. A caçula se junta aos irmãos Bono, Jagger, Lady Gaga e Jay-Z na hora das refeições.

"Ela é uma mascote maravilhosa, representando o que pode acontecer com um cão resgatado", disse Jeanne Warr, diretora operacional da Fundação Grace, que recebe cães recolhidos em canis e carrocinhas.

A Academia Mundial de Recordes já oficializou Beyoncé como a menor filhote do mundo, uma nova categoria criada especialmente para ela. Warr espera que o título conscientize as pessoas sobre os benefícios de adotar animais abandonados.   Continuação...