Passeio revela mágicas nos bastidores de Harry Potter

sexta-feira, 30 de março de 2012 12:19 BRT
 

Por Mike Collett-White

LONDRES, 30 Mar (Reuters) - Um novo itinerário pelos estúdios onde foi filmada a série "Harry Potter", nos arredores de Londres, se propõe a mostrar os "heróis anônimos" - das costureiras aos magos dos efeitos especiais - que encantaram milhões de pessoas nos cinemas.

A visita guiada começa a ser oferecida no sábado, e os organizadores esperam que 5.000 visitantes passem por dia diante dos cenários, das maquetes e das estranhas criaturas dos filmes.

O passeio começa pelo famoso Grande Salão, com paredes de pedra falsa, piso de pedra verdadeira e mesas grafitadas, onde, na ficção, os alunos da Escola de Magia e Bruxaria de Hogswarts se reuniam.

Também foi preservada a Sala Comum dos Gryffindor, o gabinete do professor Dumbledore, a cabana de Hagrid, a cozinha dos Weasleys e uma parte do Ministério da Magia.

A gigantesca aranha Aragog, uma versão robótica do hipogrifo Bicuço e manequins assustadoramente "vivos" dos atores permitem que o visitante veja de perto o minucioso trabalho envolvido em cada cena.

A aranha, por exemplo, era operada por cem técnicos; o lobisomem Greyback tinha pelos de cabra no rosto; e a loja de Ollivanders no Beco Diagonal continha 17 mil caixas com varas de condão rotuladas individualmente.

"Há simplesmente detalhes demais em tudo", disse Rupert Grint, que nos filmes interpreta Ron Weasley, o melhor amigo de Harry Potter.

"Fico feliz por não ter sido tudo guardado num depósito para pegar poeira e ser esquecido, porque é algo que realmente precisa ser celebrado", disse ele à Reuters, sentado na cozinha de Weasley.   Continuação...

 
Prefeito de Londres, Boris Johnson, faz tour em set do filme Harry Potter nos estúdios da Warner Brothers em Leavesden, norte de Londres. Um novo itinerário pelos estúdios onde foi filmada a série "Harry Potter", nos arredores de Londres, se propõe a mostrar os "heróis anônimos" - das costureiras aos magos dos efeitos especiais. 19/12/2011   REUTERS/Finbarr O'Reilly