Atriz processa marca de vodka por uso indevido da imagem

sexta-feira, 30 de março de 2012 17:00 BRT
 

30 Mar (Reuters) - Uma atriz dos EUA abriu processo judicial contra os fabricantes da vodka Belvedere, alegando que sua imagem foi usada indevidamente em uma propaganda que, segundo ela, glorifica o estupro.

O anúncio apareceu no dia 23 de março nas páginas da Belvedere no Twitter e Facebook, mas teve má repercussão e foi tirada do ar logo depois, com um pedido de desculpas da marca.

Na peça, uma mulher com aspecto assustado tenta escapar dos braços de um homem sorridente. "Ao contrário de algumas pessoas, a Belvedere sempre desce macio", diz o slogan.

Na ação, a atriz Alicyn Packard acusa a empresa Moet Hennessy USA Inc, subsidiária da LVMH Moet Hennessy Louis Vuitton SA, de impor transtornos emocionais e usar sua imagem indevidamente.

"Enquanto os réus pediram desculpas a quase todos os demais, e admitiram o caráter ofensivo do anúncio, eles ainda não pediram desculpas à autora, (que se tornou) o rosto da campanha publicitária da Belvedere que faz piada com estupro", diz a petição inicial apresentada a um tribunal da Califórnia. A atriz pede indenização.

A Moet Hennessy não se manifestou.

No processo, a atriz alega que sua imagem foi tirada de um vídeo gravado com um amigo, numa brincadeira.

(Reportagem de Jonathan Stempel em Nova York)