Axl Rose recusa ser incluído no Hall da Fama do Rock

quinta-feira, 12 de abril de 2012 14:21 BRT
 

LOS ANGELES, 12 Abr (Reuters) - Axl Rose, o homem à frente do Guns N' Roses, recusou sua entrada no Hall da Fama do Rock and Roll esta semana dizendo que ele não se sentia querido ou respeitado na cerimônia.

Em uma carta aberta disponível na quarta-feira pelo porta-voz de Rose, ele disse que outros membros da banda eram bem-vindos a participar e serem homenageados no evento de sábado, mas não o vocalista da banda que ganhou fama no final dos anos 1980 com o álbum de grande sucesso "Appetite for Destruction".

"Eu não vou estar presente na Cerimônia de Posse do Hall da Fama do Rock And Roll de 2012 e eu respeitosamente recuso minha posse como membro do Guns N' Roses para o Hall da Fama do Rock And Roll", escreveu Rose na carta.

"Eu veementemente peço que não seja empossado sem a minha presença e, por favor, saibam que ninguém está autorizado, nem ninguém pode ser autorizado a aceitar qualquer posse por mim ou falar em meu nome", disse ele.

O "Appetite for Destruction", com músicas como "Sweet Child O' Mine" e "Paradise City", foi um mega sucesso de 1987, e impulsionou Rose, os guitarristas Slash e Izzy Stradlin, o baixista Duff McKagan e o baterista Steven Adler, para o estrelato do rock mundial.

Mas nos anos 1990, o abuso de drogas tomou conta de vários membros da banda e Rose e Slash brigaram abertamente. Em meados dessa década, a formação original não existia mais.

Rose acabou ganhando o direito de usar o nome da banda, lançou o álbum muito aguardado "Chinese Democracy" em 2008, e ainda faz turnê com o Guns, mas sem nenhum dos membros originais, exceto ele mesmo.

"Quando as nomeações para o Hall da Fama do Rock And Roll foram anunciadas pela primeira vez eu tive uma mistura de emoções, mas, em um esforço para ser positivo, querendo aproveitar ao máximo as coisas para os fãs e com o entusiasmo deles, eu fiquei honrado, animado e esperançoso de que de alguma forma isso seria uma coisa boa", escreveu Rose.

"Claro que eu percebi conforme as coisas caminharam, que se o Guns N' Roses fosse ser empossado seria um pouco uma situação complicada ou desagradável", acrescentou.   Continuação...