Novo filme de Woody Allen, com 4 histórias, estreia em Roma

sexta-feira, 13 de abril de 2012 16:02 BRT
 

Por Philip Pullella

ROMA, 13 Abr (Reuters) - Woody Allen diz que seu novo longa, "To Rome, With Love", é um tributo a todos os filmes italianos antigos que o influenciaram quando jovem, mas tem um desejo: que mais italianos possam ouvir a sua voz no original, em vez da versão dublada.

O filme, que tem no elenco o próprio Woody Allen, Alec Baldwin, Roberto Benigni, Penelope Cruz, Judy Davis, Jesse Eisenberg, Greta Gerwig e Ellen Page, teve sua première mundial na Cidade Eterna na sexta-feira.

O longa é formado por quatro histórias separadas e é o primeiro rodado em Roma, que, segundo Allen, é "uma festa para um diretor". Também é o seu mais recente trabalho realizado em uma capital europeia, depois de Londres, Barcelona e Paris.

"Cresci com o cinema italiano. Sempre fui um grande admirador do cinema italiano. Tudo que acontece no filme que está impregnado de cinema italiano é estritamente algo que absorvi por osmose ao longo dos anos e aflorou", disse ele em uma entrevista coletiva.

"Teria sido impossível nos anos em que cresci não ter sido influenciado pelos filmes italianos que chegavam a Nova York. Esses são os filmes que eu vi, que meus amigos viram, todos eram muito impressionantes", afirmou ele.

Allen, de 76 anos, cresceu no Brooklyn e, depois de escrever para a televisão, começou sua carreira como comediante de stand-up comedy no Greenwich Village, em Manhattan, onde assistiu a muitos dos grandes filmes italianos dos anos 1950 e 1960, de diretores como Vittorio De Sica, Roberto Rossellini, Michelangelo Antonioni e Federico Fellini.

"Naturalmente, quando você faz filmes, você tende a fazer o tipo de filme que você absorvia e gostava na juventude. É uma influência inconsciente, mas muito substancial", afirmou ele.

"To Rome, With Love" é composto por quatro episódios de aventuras e desventuras.   Continuação...