Angelina Jolie assumirá novo papel em agência humanitária da ONU

terça-feira, 17 de abril de 2012 13:12 BRT
 

GENEBRA, 17 Abr (Reuters) - A estrela de cinema Angelina Jolie usará sua poderosa fama nas bilheterias para chamar atenção para alguns dos piores desastres humanitários do mundo, afirmou a agência de refugiados da ONU, a Acnur, nesta terça-feira.

Jolie, que já serviu mais de dez anos como embaixadora da boa vontade para Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), está assumindo um novo papel como enviada especial para crises de larga escala que levam um grande número de civis a deixarem suas casas.

Espera-se que ela se concentre em emergências complexas e crises de refugiados prolongadas, incluindo Afeganistão e Somália, que fizeram com que milhões de pessoas se dirigissem para países vizinhos, disse a Acnur.

"A Acnur está orgulhosa de anunciar hoje que Angelina Jolie irá assumir um novo papel expandido para a agência de refugiados da ONU, como enviada especial do Alto Comissário António Guterres", disse o porta-voz da Acnur, Adrian Edwards, em uma reunião com a imprensa em Genebra.

Jolie era para ser nomeada como Representante Especial para a crise de refugiados do Afeganistão em outubro passado, mas não houve um acordo final.

"Em seu novo papel, espera-se que ela se concentre em crises de larga escala que resultam em deslocamentos de pessoas em massa, para defender e representar a Acnur e o senhor Guterres em um nível diplomático", acrescentou Edwards.

Jolie já fez 40 visitas a locais de conflito em 20 países, em nome da agência, incluindo Paquistão, Haiti, Iraque, Síria e Chade. Ela doou pelo menos 5 milhões de dólares para as operações de resgate de vidas, complementou Edwards.

(Reportagem de Stephanie Nebehay e Tom Miles)

 
Embaixadora da boa vontade para Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) Angelina Jolie fala durante reunião anual de comitê executivo da Acnur, em Genebra. 04/10/2011  REUTERS/Jason Tanner/UNHCR/Divulgação