Canal Fox comemora 25 anos com desafios e sucessos

sexta-feira, 20 de abril de 2012 14:52 BRT
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES, 20 Abr (Reuters) - A Fox, rede criada em 1987, e que em poucos anos mudou a cara da televisão norte-americana com comédias ousadas e programação jovem, finalmente cresceu.

Zombada em seu início por se definir como um rival para as antigas CBS, NBC e ABC, a Fox comemora 25 anos no ar neste domingo, com um especial de duas horas apresentando reuniões de elenco, reprises, destaques e alguns alardes.

Mas mesmo chegando a esse marco, o panorama televisivo que a Fox ajudou a mudar com "The Tracey Ullman Show", "Married With Children", "Ally McBeal" e "24 Horas", está se transformando mais e dando à rede controlada pela News Corp um novo conjunto de rivais na TV a cabo, ainda em expansão, e na Internet.

"Quando esta rede começou, ninguém pensou que uma quarta rede nos EUA era sequer possível. Eu acho que riram de nós no começo", disse Mike Darnell, chefe de programação alternativa da Fox, à Reuters. "Este é um momento de transição. Este é o primeiro aniversário em que sentimos que estamos no ar há tempo suficiente para comemorar."

A Fox tem muita história para comemorar. Depois de um início vacilante, programas como "Os Simpsons" e "Barrados no Baile" tornaram-se sucesso de cultura pop e jovem e atraíram grandes audiências.

Atualmente, a rede continua sendo a mais vista na faixa etária de 18 a 49 anos, cobiçada pelos anunciantes, posto que ocupa há sete anos consecutivos. E está no caminho certo para conquistar sua oitava temporada com esses telespectadores com o sucesso "American Idol".

"Idol" -- o concurso de cantores em que os executivos resolveram apostar para preencher a programação de verão em 2002 depois de rivais terem dito "não" - tem sido o programa mais visto nos Estados Unidos há oito anos. E embora muitos observadores da indústria acreditem que ele se transformou em um programa mais adequado à faixa da meia-idade, com um público em declínio, é esse o tipo de risco que sintetizava a Fox em seus primeiros dias.

"Fox -- a raposa no galinheiro, a astuta -- era um nome muito apropriado para a rede", disse Tim Brooks, um ex-executivo de TV e coautor do "Complete Directory to Primetime Network and Cable TV shows".   Continuação...