Helsinque rejeita proposta para ter filial do Guggenheim

quarta-feira, 2 de maio de 2012 19:47 BRT
 

HELSINQUE, 2 Mai (Reuters) - Autoridades de Helsinque anunciaram na quarta-feira a rejeição de uma proposta para a construção de uma filial do Museu Guggenheim na orla da cidade, no que seria uma obra de 140 milhões de euros (185 milhões de dólares).

O Conselho da Cidade de Helsinque, formado por 15 políticos encarregados de selecionar propostas para o governo municipal, rejeitou a proposta por oito votos a sete, segundo notícia divulgada no site da prefeitura da capital finlandesa.

Segundo a imprensa local, havia preocupações com a gestão do projeto e com o gasto excessivo, num momento em que governos de toda a Europa fazem cortes nos seus orçamentos para reduzir seu endividamento.

O diretor do museu, Richard Armstrong, disse que ele beneficiaria a cidade.

Atualmente, o museu tem quatro filiais, em Bilbao, Veneza, Berlim e Abu Dhabi.

A Fundação Solomon R. Guggenheim havia sugerido em janeiro que a Finlândia fosse sede de um novo museu de arte contemporânea. A entidade disse que Helsinque foi escolhida devido ao forte interesse local, por sua tradição em arte e design, e por haver um projeto municipal de recuperação da zona portuária.

(Por Eero Vassinen)