Duas pessoas são presas por plano de extorsão a Stevie Wonder

sábado, 12 de maio de 2012 12:02 BRT
 

LOS ANGELES, 12 Mai (Reuters) - O sobrinho de Stevie Wonder foi preso e acusado de um esquema de extorsão contra o cantor, afirmaram promotores de Los Angeles na sexta-feira.

Alpha Lorenzo Walker,38, foi preso no dia 2 de maio, junto com outra suposta conspiradora, Tamara Eileen Diaz. O par havia ameaçado revelar informações que alegavam que seriam embaraçosas para o cantor de "Superstition", a não ser que ele cumprisse com as exigências deles, afirmou o escritório da Procuradoria do Distrito de Los Angeles.

O site de celebridades TMZ.com, citando fontes da aplicação da lei, disse que o par havia exigido 5 milhões de dólares de Wonder e ameaçado ir para a mídia com uma história sobre incesto. Depois, eles baixaram a quantia para 10.000 dólares e foram presos por policiais à paisana que fingiam ser representantes do músico.

A porta-voz da Procuradoria do Distrito recusou comentar a natureza ou os detalhes do suposto plano de extorsão.

Walker e Diaz alegaram inocência quanto a acusação de extorsão, mas estão detidos na cadeia aguardando uma audiência preliminar na semana que vem que irá determinar se há evidência suficiente para um julgamento completo.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
Stevie Wonder se apresenta durante espetáculo na Casa Branca em homenagem aos compositores Burt Bacharach and Hal David, que receberam um prêmio na ocasião, em Washington.O sobrinho de Stevie Wonder foi preso e acusado de um esquema de extorsão contra o cantor. 09/05/2012 REUTERS/Jonathan Ernst