Show de Lady Gaga na Indonésia é proibido após oposição islâmica

terça-feira, 15 de maio de 2012 14:11 BRT
 

JACARTA, 15 Mai (Reuters) - A estrela do pop Lady Gaga não foi autorizada a se apresentar na capital da Indonésia no próximo mês devido a preocupações de segurança, informou a polícia nesta terça-feira, depois que grupos islâmicos demonstraram fortes objeções ao seu estilo "vulgar".

Três grupos islâmicos manifestaram a sua oposição ao show em 3 de junho, exigindo que fosse barrado, disse o porta-voz da polícia nacional Saud Usman Nasution por telefone.

A Indonésia, um Estado secular, tem a maior população mundial de muçulmanos, bem como minorias significativas de cristãos, budistas e hindus.

"Ela é uma cantora vulgar que usa apenas calcinha e sutiã quando canta, e ela afirmou que é a enviada do filho do diabo e que vai espalhar o ensino satânico", disse Salim Alatas, chefe da Frente de Defesa Islâmica, de Jacarta. "Isso é perigoso."

Mais de 30.000 ingressos de um total de 40.000 ingressos haviam sido vendidos, informou o jornal Jakarta Post. Os ingressos variam de 465.000 rúpias (50,35 dólares) a 2,25 milhões de rúpias (240 dólares).

(Reportagem de Olivia Rondonuwu)

 
Cantora Lady Gaga manda beijos em sua chegada ao Aeroporto Internacional de Narita, no leste de Tóquio. Gaga não foi autorizada a se apresentar na capital da Indonésia no próximo mês devido a preocupações de segurança, depois que grupos islâmicos demonstraram fortes objeções ao seu estilo "vulgar". 08/05/2012 REUTERS/Toru Hanai