Morre escritor mexicano Carlos Fuentes aos 83 anos

terça-feira, 15 de maio de 2012 20:24 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO, 15 Mai (Reuters) - O escritor mexicano Carlos Fuentes, um dos autores mais prolíficos da literatura latino-americana e forte crítico da política de seu país, morreu nesta terça-feira aos 83 anos em um hospital na Cidade do México, no momento em que levava uma vida ativa e escrevia um novo livro.

Fuentes, autor de romances como "A Região Mais Transparente", "A Morte de Artemio Cruz" e "Gringo Velho", morreu um dia depois de ter sido premiado com o título de doutor "Honoris causa" pela Universidade das Ilhas Baleares pela qualidade e extensão de sua obra.

O gastroenterologista Arturo Ballesteros disse à mídia que o escritor sofreu uma hemorragia devido a uma úlcera. Fuentes havia sido internado nesta madrugada. Mais cedo, a imprensa havia relacionado sua morte a problemas cardíacos.

Apesar de sua idade, sua morte causou surpresa no México uma vez que o escritor se mantinha ativo, viajando, dando entrevistas, participando de eventos e escrevendo, e não havia divulgado nada sobre problemas de saúde.

Fuentes, um forte crítico do Partido Revolucionário Institucional (PRI) que governou o México por 71 anos até 2000 e é favorito para voltar ao poder nas eleições de julho, recebeu o Prêmio Cervantes de literatura em 1987 e o Príncipe de Asturias em 1994, entre outros.

Uma onda de tristeza no mundo intelectual latino-americano, no governo mexicano e no âmbito político se manifestou sobretudo por meio da rede social Twitter.

O escritor peruano Mario Vargas Llosa reconheceu o seu legado literário e falou da amizade que os uniu por décadas.

"Fomos amigos todo esse tempo sem que nada, nunca, empobrecesse essa amizade. Deixa uma obra enorme que é um testemunho eloquente de todos os grandes problemas políticos e realidades culturais de nosso tempo", escreveu a filha de Vargas Llosa em sua conta no Twitter, em nome de seu pai.

Escritores como a mexicana Elena Poniatowska, da mesma geração que Fuentes e quem acaba de cumprir 80 anos, assim como o presidente mexicano, Felipe Calderón, também manifestaram pesar pela morte do autor de "A Cadeira de Áquila".   Continuação...

 
O escritor mexicano Carlos Fuentes participa de entrevista coletiva na Cidade do México, em março. Ele morreu nesta terça-feira aos 83 anos, de acordo com a mídia local. 12/03/2012 REUTERS/Tomas Bravo