Rainha da era disco, Donna Summer morre aos 63 anos nos EUA

quinta-feira, 17 de maio de 2012 15:57 BRT
 

LOS ANGELES, 17 Mai (Reuters) - Donna Summer, cuja música dominou a era disco nos anos 1970, morreu de câncer nesta quinta-feira aos 63 anos, deixando hits de sucesso como "Love to Love You Baby", "Last Dance" e "Bad Girls".

Summer, que ganhou cinco prêmios Grammy e vendeu mais de 130 milhões de discos em todo o mundo, morreu cercada por seus familiares em Naples, na Flórida, disse o publicitário Brian Edwards.

Edwards disse que ela morreu de câncer, mas não quis comentar uma notícia do site de celebridades TMZ.com de que ela fora diagnosticada com câncer de pulmão.

"No início desta manhã, cercada pela família, perdemos Donna Summer Sudano, uma mulher de muitos dons, o maior deles o da fé. Ao mesmo tempo em que lamentamos o seu falecimento, estamos em paz celebrando a sua extraordinária vida e seu legado contínuo", disse a família da cantora em comunicado.

Conhecida como a rainha da disco music, Summer tinha três filhos e se casou duas vezes. O segundo marido, o músico Bruce Sudano, estava ao seu lado no momento da morte, disse Edwards.

Ela iniciou a carreira na Alemanha, onde se apresentou nos espetáculos "Hair" e "Porgy and Bess" e trabalhava como cantora de estúdio de gravação.

A artista só foi encontrar a fama em 1975, quando "Love to Love You Baby" chegou às casas noturnas europeias, com um enorme e polêmico sucesso.

Summer emplacou uma série de outros sucessos nos anos 1970 e nos anos 1980, incluindo "Last Dance", "Hot Stuff", "Bad Girls", "I Feel Love" e a sua versão para a balada "MacArthur Park", que foi o primeiro disco seu a chegar ao topo das paradas nos Estados Unidos em 1978.

Em 1983, fez sucesso com "She Works Hard for the Money".   Continuação...

 
A cantora Donna Summer se apresenta durante concerto do Prêmio Nobel da Paz, em Oslo, na Noruega, em dezembro de 2009. 11/12/2009 REUTERS/Chris Helgren