Sean Penn abre a carteira pelo Haiti no Festival de Cannes

sábado, 19 de maio de 2012 11:15 BRT
 

Por Alexandria Sage

CANNES, 19 Mai (Reuters) - O Festival de Cannes deu um tempo nos filmes na noite de sexta-feira para levantar dinheiro para o Haiti, com o ator Sean Penn dirigindo um apelo pela causa humanitária em uma festa recheada de celebridades.

"Ok, sala. O Haiti está nos observando nesta noite como vocês nem podem acreditar", afirmou Penn à plateia vestida com traje black-tie e que pagou até 100 mil dólares por um espaço no "Carnaval em Cannes", pertinho do famoso tapete vermelho.

Três pessoas deram 100 mil dólares cada em um leilão para acompanhar Penn em uma viagem de três dias ao Haiti, onde o ator, vencedor de dois Oscar, tem estado frequentemente após o devastador terremoto em 2010.

Em um discurso emotivo, Penn pediu aos convidados que doassem generosamente e que não virassem as costas ao Haiti.

Entre as celebridades presentes estavam membros do júri de Cannes: os atores Ewan McGregor e Diane Kruger e o estilista Jean Paul Gaultier.

Ben Stiller e Chris Rock, que emprestaram suas vozes para a animação "Madagascar 3" também participaram. O estilista Giorgio Armani, um dos patrocinadores, também apareceu no evento, co-apresentado pela modelo Petra Nemcova e pelo diretor e roteirista de “"Crash - No Limite", Paul Haggis.

Presidente do júri de Cannes por quatro anos, Penn foi nomeado neste ano "Embaixador do Haiti" pelo novo presidente, Michel Martelly. Nos dias seguintes ao terremoto, Penn criou a Organização de Ajuda Haitiana J/P, com o objetivo de levar as pessoas desabrigadas de volta a residências permanentes.

"Há esse sucesso bem tangível no Haiti que pode servir de efeito dominó em todo o mundo", afirmou Penn em coletiva de imprensa, na sexta-feira.