Bilhete de Jackson sobre insônia é retirado de leilão

quarta-feira, 30 de maio de 2012 20:40 BRT
 

LOS ANGELES, Estados Unidos, 30 Mai (Reuters) - Um bilhete escrito por Michael Jackson queixando-se de insônia foi retirado dos itens à venda em um leilão, atendendo a um pedido da ex-mulher do falecido cantor, Lisa Marie Presley, disse a casa de leilões Julien's Auctions nesta quarta-feira.

Jackson morreu em 2009, vítima de uma overdose de anestésicos que ele usava como sonífero. O bilhete para Presley foi escrito entre 1993 e 1996, quando eles eram amigos íntimos. Eles se casaram mais posteriormente.

"Lisa, realmente preciso descansar, já faz literalmente 4 dias que não durmo. Preciso ficar longe de telefones e gente de negócios. Preciso cuidar da minha saúde antes, sou louco por você", diz o recado rabiscado em um papel amarelo, com pontuação e grafia irregulares.

A casa Julien's listava a carta entre os itens vinculados a celebridades que serão vendidos nos dias 23 e 24 de junho num leilão intitulado "Ícones da Música". A empresa disse nesta quarta-feira que a retirada foi feita a pedido de Presley.

"Estou supondo que seja porque o bilhete é de natureza pessoal, e queremos honrar a solicitação e manter nossa boa relação com a senhora Presley", disse o executivo-chefe Darren Julien.

O "Rei do Pop" sofreu por anos com a insônia. Seu médico pessoal, Conrad Murray, disse à polícia logo depois da morte do cantor, aos 50 anos, que ele havia implorado por ajuda para dormir durante uma longa noite em claro na sua casa, em 25 de junho de 2009, data da sua morte.

Murray foi condenado no ano passado por homicídio culposo (não-intencional), já que administrou em Jackson um coquetel de sedativos e uma dose letal do anestésico propofol, geralmente usado em pacientes antes de cirurgias.

(Reportagem de Jill Serjeant)