ENTREVISTA-3D em casa vai demorar a pegar, diz James Cameron

quinta-feira, 31 de maio de 2012 12:06 BRT
 

Por Georgina Prodhan

31 Mai (Reuters) - A exibição em casa de filmes em três dimensões (3D) vai demorar para se disseminar, pois depende de melhorias tecnológicas que garantam uma boa qualidade de imagem sem a necessidade de óculos especiais, disse o cineasta James Cameron, diretor de filmes como "O Exterminador do Futuro", "Titanic" e "Avatar".

Cameron, adepto fervoroso do 3D, disse que a falta de conteúdo de qualidade é outra barreira para a disseminação da técnica, mas que a tecnologia insatisfatória para que grupos de espectadores possam assistir aos filmes de diversos ângulos e sem óculos especiais é o maior obstáculo.

"A maior barreira atualmente é a experiência em casa. Embora seja bastante boa, ela exige o compromisso de usar óculos", disse Cameron à Reuters por telefone.

"É um fenômeno familiar, então precisa ser visto de diferentes ângulos. Telas de alta qualidade, com resolução em 'full HD' e sem óculos ainda estão a dois ou três anos daqui. Nos próximos anos, acho que o mercado vai explodir."

Filmes em 3D, que reforçam a sensação de profundidade por serem captados a partir de duas perspectivas, se popularizaram na década passada, chegando ao auge em 2009 com "Avatar", a maior bilheteria dos cinemas de todos os tempos.

Obras filmadas em 3D ainda são poucas e esparsas, mas muitos estúdios estão convertendo seus catálogos antigos em 3D, com resultados nem sempre bons.

"Uma das coisas que eu acho que prejudica o negócio são as versões rápidas e vagabundas em 3D", disse Cameron. "Não vale a pena se você não consegue fazer direito."

"Titanic", do próprio Cameron, foi relançado em 3D no mês passado nos cinemas, após um ano de conversão supervisionada pessoalmente pelo cineasta. O filme sairá em 14 de setembro em Blu-ray, com a opção 2D e 3D, e incluindo extras como entrevistas com especialistas sobre o naufrágio ocorrido há cem anos.   Continuação...

 
Cineasta canadense James Cameron gesticula durante entrevista à Reuters em quarto de hotel em Pequim. Exibição em casa de filmes em três dimensões (3D) vai demorar para se disseminar, pois depende de melhorias tecnológicas que garantam uma boa qualidade de imagem sem a necessidade de óculos especiais, disse o cineasta James Cameron. 22/04/2012 REUTERS/Barry Huang