Faça bons filmes, diz Disney a novo chefe do estúdio

sexta-feira, 1 de junho de 2012 10:01 BRT
 

Por Ronald Grover

LOS ANGELES, 1 Jun (Reuters) - O novo presidente dos estúdios Walt Disney, Alan Horn, não se intimidará para fazer filmes caros, apesar da recente série de catástrofes de grande orçamento em Hollywood, como "John Carter", da própria Disney, e "Batalha dos Mares", da Universal Pictures.

Horn, que comandou sucessos de alto custo como a série "Harry Potter" quando era presidente da Warner Bros Entertainment, pretende concentrar-se em fazer de seis a oito filmes por ano voltados para o público alvo da Disney: famílias e jovens adultos.

Segundo ele, o presidente-executivo da Disney, Bob Iger, não lhe pediu para controlar os gastos.

"Tudo que Bob disse foi 'faça bons filmes'", disse Horn, de 69 anos, em entrevista por telefone. "Fiz filmes caros que fracassaram, e, cara, como eles doem."

"Mas eu sou guiado por roteiros, por personagens", acrescentou. "Se você começa com uma ideia excelente, o orçamento vai se resolver. E este orçamento pode ser substancial."

Horn substituiu Rich Ross, ex-executivo da Disney Channel que foi afastado por ser considerado lento para colocar novos filmes em produção e não observar o crescente orçamento de "John Carter".

Em 2009, o chefe do estúdio Dick Cook foi demitido após um longo período no cargo porque as receitas caíram 84 por cento por causa de filmes de grande orçamento que não emplacaram, como "G-Force" e "Substitutos".

Os maiores sucessos da Disney recentemente vieram em grande parte de seu departamento de animação Pixar e de sua fábrica de super-heróis Marvel, ambas responsáveis por filmes extremamente caros mas bastante lucrativos.   Continuação...