ESTREIA-Marido tenta reconquistar mulher sem memória em "Para Sempre"

quarta-feira, 6 de junho de 2012 18:25 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Jun (Reuters) - Paige e Leo formam um casal apaixonado que se dedica à realização de seus sonhos. Ela abandonou a faculdade de Direito para estudar Artes Plásticas. Ele abriu uma gravadora de discos independente, encorajado por ela. Falta dinheiro, mas eles são felizes.

Como não há bem que sempre dure, eles sofrem um acidente de carro e Paige é quem se fere mais. Depois de bater a cabeça no pára-brisas, ela só recobra a consciência dias depois no hospital. Mas o pior está por vir: ela perde a memória recente e não se lembra do marido.

Uma história como essa, com potencial de se tornar um novelão mexicano, é conduzida de forma leve e envolvente pelo diretor Michael Sucsy no romance "Para Sempre", em estreia nacional. Também contribui para isso a dupla escalada para desempenhar o casal protagonista, Rachel McAdams (Paige) e Channing Tatum (Leo), com química suficiente para envolver a plateia e torná-la cúmplice da história.

Inspirado em um caso verídico, "Para Sempre" mantém o público na expectativa o tempo todo. Desde o primeiro momento, Leo se coloca ao lado de Paige, fazendo tudo ao seu alcance para ajudá-la a recuperar a memória. E ela, mesmo assustada com tudo o que aconteceu, aceita ser conduzida pelo marido.

Não será fácil, pois seus pais querem que ela retome sua vida anterior ao casamento, volte à faculdade de Direito e reate o namoro com Jeremy (Scott Speedman), um antigo colega de turma, com quem estava de casamento marcado, antes de conhecer Leo.

O marido leva Paige aos lugares que frequentavam, reapresenta-a aos amigos, mas se frustra pela falta de resultado em sua estratégia. Leo vê o tempo passar e teme que ela volte para o antigo namorado, que não esconde suas intenções. E o pior é que Paige parece caminhar para uma vida que abominava, com a cumplicidade de pessoas que, no passado, havia riscado de sua vida.

(Por Luiz Vita, do Cineweb)

*As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb