Unesco declara Igreja da Natividade patrimônio da humanidade

sexta-feira, 29 de junho de 2012 16:46 BRT
 

Por Liza Dobkina

SÃO PETESBURGO, 29 Jun (Reuters) - A Unesco concedeu o status de Patrimônio Mundial ameaçado e recursos para reparos ao local visto por cristãos como o berço de Jesus na cidade de Belém, na Cisjordânia, apesar das objeções dos Estados Unidos e de Israel.

Treze membros dos vinte e um do Comitê do Patrimônio Mundial votaram a favor do gesto em uma reunião em São Petersburgo. A decisão foi recebida com uma salva de palmas. Seis membros votaram contra e dois se abstiveram.

A Igreja da Natividade, datada do século 4º, e erguida sobre uma gruta onde a tradição cristã diz que Jesus nasceu, precisa de restauros, mas a Autoridade Palestina, que exerce um poder limitado no território ocupado por Israel, está carente de fundos.

O pedido da Autoridade Palestina também incluiu parte da Rota da Peregrinação, o caminho que José e Maria teriam seguido rumo à cidade em sua jornada de Nazaré mais de 2 mil anos atrás.

Os palestinos sublinharam o que descrevem como os perigos da ocupação israelense e citaram em particular o cerco de Israel em 2002 à Igreja da Natividade, onde militantes se refugiaram durante o levante palestino.

A violência diminuiu drasticamente nos últimos anos e mais de 2 milhões de pessoas visitam anualmente a igreja.

Mas peritos independentes enviados pela Unesco para examinar a igreja recomendaram a rejeição do pedido, dizendo que, embora o telhado da igreja precisasse de reparos, o santuário não pode ser considerado "como tendo sido severamente danificado ou sob ameaça iminente".

ESTADO PALESTINO   Continuação...

 
Freira passa pela igreja da Natividade, em Belém, na Cisjordânia, na quinta-feira. A Unesco concedeu o status de Patrimônio Mundial ameaçado e recursos para reparos ao local visto por cristãos como o berço de Jesus. 28/06/2012 REUTERS/Ammar Awad