Especialistas descobrem 100 novas obras de Caravaggio na Itália

quinta-feira, 5 de julho de 2012 20:55 BRT
 

ROMA, 5 Jul (Reuters) - Especialistas italianos anunciaram a descoberta de cerca de 100 esboços e pinturas de Caravaggio, pintor barroco italiano cujas telas dramáticas e realistas impuseram um novo padrão à arte ocidental.

O artista teve uma vida turbulenta e morreu em 1610, antes de completar 40 anos. Até agora eram conhecidas apenas cerca de 90 pinturas do artista, mestre no uso do "chiaroscuro" (iluminação de alto contraste, que dá mais vida aos personagens retratados).

Os historiadores da arte Maurizio Bernardelli Curuz e Adriana Conconi Fedrigolli estão publicando pela Amazon dois e-books em italiano detalhando sua pesquisa e o processo de atribuição das primeiras obras de Caravaggio.

Os esboços compõem a maior parte do material, mas também há pinturas. A maioria estava nos arquivos do artista maneirista Simone Peterzano, no castelo Sforzesco, em Milão, segundo entrevista dos autores publicada nesta quinta-feira pela agência Ansa.

Os autores não foram imediatamente localizados para comentar.

O valor total da obra foi estimado por ele em cerca de 700 milhões de euros. As obras encontradas no ateliê de Peterzano pertencem à prefeitura de Milão.

(Reportagem de Steve Scherer)

 
Um cinegrafista registra "Suonatore di liuto", uma obra de Caravaggio, durante exibição para a imprensa no Museu do Prado, em Madri, na Espanha, em novembro do ano passado. 04/11/2011 REUTERS/Andrea Comas