Armas de Bonnie e Clyde podem ser vendidas por US$200 mil

sábado, 14 de julho de 2012 17:23 BRT
 

Por Chris Francescani

14 Jul (Reuters) - As armas que os assassinos Bonnie e Clyde estavam portando quando foram mortos em 1934 podem ser vendidas por até 200 mil dólares, disse o leiloeiro Bobby Livingston, da RR Auction, de New Hampshire, no sábado.

O site está se preparando para leiloar no dia 30 de setembro as duas armas, junto com o relógio de bolso de ouro que Clyde Champion Barrow estava usando quando morreu aos 25 anos, além da maquiagem da sua namorada de 23 anos, Bonnie Parker.

Durante vários anos, no inicio no início da década de 1930, os jovens bandidos Bonnie e Clyde cruzaram o sul dos EUA assaltando bancos, roubando carros, matando policiais e encantando a imprensa sensacionalista com fotos ousadas deixadas nas cenas dos crimes.

"Nas profundezas da Grande Depressão, quando tantas pessoas estavam sofrendo nas mãos de bancos e corporações, Bonnie e Clyde eram vistos como quem agia contra esses grandes bancos", disse Livingston.

"O que foi um mito que mais tarde foi totalmente e completamente desmentido", disse ele, recontando a história do assassinato de 11 policiais e outras pessoas.

"Depois que eles mataram dois jovens policiais do Texas que os interpelaram, em 1934 --eles simplesmente os massacraram-- foi então que a imprensa se voltou contra eles e eles foram localizados e mortos na Louisiana."

Bonnie e Clyde foram mortos a tiros por um destacamento de policiais em Louisiana na manhã de 23 de maio de 1934. Diz a lenda que Bonnie Parker teve tempo de gritar antes de as balas a atingirem.