Polícia britânica investiga outros jornais além do de Murdoch

segunda-feira, 23 de julho de 2012 12:32 BRT
 

Por Michael Holden

LONDRES, 23 Jul (Reuters) - A investigação policial sobre pagamentos de corrupção feitos por jornalistas será estendida para outras publicações além do jornal britânico de Rupert Murdoch, informou nesta segunda-feira o detetive que conduz a investigação sobre o escândalo de rastreamento de ligações telefônicas.

Desde janeiro do ano passado, a polícia tem trabalhado com a News International de Murdoch, que faz parte da News Corp, para descobrir irregularidades entre seus funcionários sobre as alegações de que jornalistas ilegalmente acessaram mensagens de voz de telefones celulares.

Esse inquérito já foi expandido para analisar pagamentos corruptos a funcionários públicos e alegações de invasão de computadores.

O escândalo abalou o governo britânico, colocou uma imprensa notoriamente agressiva sob os holofotes e envergonhou políticos de alto escalão, incluindo o primeiro-ministro britânico, David Cameron, por seus laços próximos com Murdoch e seus executivos.

A News International tem sido particularmente atingida pelas repercussões; Murdoch abandonou uma oferta para adquirir o grupo de TV por assinatura BSkyB, no que teria sido o maior negócio da história da News Corp, e também fechou o tablóide de 168 anos da News of the World.