27 de Julho de 2012 / às 18:08 / em 5 anos

Festival em homenagem a 'Tubarão', de Spielberg, lota ilha nos EUA

Por Chris Michaud

NOVA YORK (Reuters) - Quase 40 anos atrás, um grupo de cineastas viajou para um resort em uma ilha tranquila para o que seria uma filmagem muito conturbada e que mudou Hollywood para sempre quando eles produziram o que viria a ser o primeiro sucesso de verão.

Um diretor inexperiente chamado Steven Spielberg e seu elenco lutaram com um tubarão mecânico em mau funcionamento apelidado de “Bruce” durante todo esse verão de 1974, enquanto os executivos do estúdio, preocupados com os atrasos e estouros de orçamento, ameaçavam cancelar tudo.

A única coisa boa que “Tubarão” parecia ter era o seu material de origem, o best-seller de Peter Benchley em que foi baseado.

Mas menos de 80 dias após o lançamento o filme tornou-se o campeão de bilheteria de todos os tempos de Hollywood, posição que manteve até o lançamento de “Guerra nas Estrelas”, que levou seis meses para superar o suspense do tubarão, segundo a Exhibitor Relations Co. Inc.

“Tubarão” foi também o primeiro filme a chegar a 100 milhões de dólares em ingressos nos Estados Unidos.

Hoje, a ilha de Martha’s Vineyard é um playground de verão para presidentes e estrelas de Hollywood. Sua população no verão aumentou bastante, e o tráfego enche as ruas que cruzam muitas das seis cidades da ilha.

Em poucas semanas, mais milhares de visitantes vão chegar para o ‘Jawsfest’ (Festival do Tubarão), uma homenagem de quatro dias para o filme que consolidou a fama de Martha’s Vineyard, na costa do Estado de Massachusetts, como a ficcional Ilha Amity da história.

O festival, que vai de 9 a 12 de agosto, também coincide com o 100o aniversário da Universal Pictures, que lançou o filme em junho de 1975.

Estão incluídas aparições e debates de cineastas e membros do elenco, exposições, atividades sobre a preservação dos tubarões e uma exibição ao ar livre do filme em Oak Bluffs. Os organizadores esperam de 5.000 a 10.000 participantes.

“Ninguém sabia que ia ser o sucesso que foi”, disse Jeffrey Kramer, que interpretou o assistente do chefe de polícia Roy Scheider, o personagem que ficou fisicamente doente quando descobriu os restos parciais de um nadador rastejando com caranguejos minúsculos.

A filmagem se arrastou por quase seis meses, ou quatro vezes o período planejado.

“Mas foi uma época tão incrivelmente excitante, inebriante. Ele me levou para a Califórnia, o que mudou a minha vida”, disse Kramer. A função de assistente em “Tubarão” foi o primeiro papel no cinema para Kramer, produtor vencedor do Emmy das séries de TV “Ally McBeal” e “The Practice”.

O fenomenal sucesso do filme foi seguido por uma explosão de multidões no verão na ilha, e um boom na construção de casas de luxo.

Antes de “Tubarão”, a população turística média de verão era de cerca de 5.000 pessoas. Depois que ele foi lançado, o número subiu para 15.000. Agora está em cerca de 75.000, mas sobe para 130.000 durante as semanas mais movimentadas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below