6 de Agosto de 2012 / às 11:49 / 5 anos atrás

Sean Penn vai a comício da campanha de Chávez na Venezuela

Presidente venezuelano, Hugo Chávez (D), conversa com ator Sean Penn durante comício eleitoral em Valencia, cerca de 150 km a oeste de Caracas. 05/08/2012Miraflores Palace/Divulgação

CARACAS, 6 Ago (Reuters) - O ator norte-americano Sean Penn juntou-se ao presidente venezuelano, Hugo Chávez, em um comício eleitoral no domingo, trazendo um pouco de Hollywood para a campanha enquanto ambos passavam em cima de um caminhão, cumprimentando os apoiadores.

Penn é um amigo de Chávez, que espera ganhar um novo mandato de seis anos nas eleições de 7 de outubro. A campanha transformou-se na batalha mais difícil da carreira política do presidente.

"Muito obrigado por visitar-nos de novo, querido amigo", disse Chávez, após apresentar Penn para a multidão na cidade central de Valencia. "Somos todos americanos, do norte, centro e sul. Vida longa ao continente americano!"

Penn, vestindo uma camiseta branca e óculos escuros e acompanhado pelo produtor argentino Fernando Sulichin, acenou do palco, cumprimentou e abraçou Chávez, mas não falou no comício.

O ator vencedor do Oscar, roteirista e diretor é conhecido por seu ativismo político e social.

Ele é abertamente crítico à administração do ex-presidente norte-americano George W. Bush e se envolveu com os esforços humanitários após o terremoto no Haiti e o furacão Katrina.

Ano passado, o ator empenhou-se na libertação de dois alpinistas que estavam presos no Irã, indo para a Venezuela para pedir a Chávez que intercedesse por eles junto ao líder iraniano.

A maior parte das pesquisas no principal país exportador de petróleo da América do Sul dão números de dois dígitos de liderança a Chávez antes das eleições. Ele diz que está completamente curado do câncer após três operações no ano passado, apesar de poucos detalhes terem sido divulgados sobre a condição do presidente, de 58 anos.

O rival de Chávez, o ex-governador Henrique Capriles, de 40 anos, também tem atraído grandes plateias. A oposição diz que suas pesquisas mostram que Capriles irá vencer em outubro.

Reportagem de Daniel Wallis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below