Com voz embargada, Rihanna fala da agressão de Chris Brown

quinta-feira, 16 de agosto de 2012 17:15 BRT
 

LOS ANGELES, 16 Ago (Reuters) - A cantora Rihanna disse com voz embargada à apresentadora Oprah Winfrey que se sentiu no dever de proteger seu então namorado Chris Brown depois que ele a agrediu em fevereiro de 2009, e que temia que todos o vissem como um monstro.

Numa rara entrevista de caráter emotivo na TV, que vai ao ar no domingo no canal OWN, a cantora de "Umbrella" conta em detalhes seus pensamentos sobre o célebre incidente.

"Foi constrangedor, foi humilhante", disse Rihanna, acrescentando que o caso a deixou confusa durante várias semanas. "Perdi meu melhor amigo. Tudo o que eu sabia mudou, mudou numa noite, e eu não pude controlar."

"Foi um espaço estranho e confuso para se estar", disse ela em trechos divulgados na quinta-feira.

"Porque, por mais irritada que eu estivesse - por mais irritada, ferida e traída -, eu sentia que ele cometeu um erro porque precisava de ajuda. E quem vai ajudá-lo? Ninguém vai dizer que ele precisa de ajuda. Todo mundo vai dizer que ele é um monstro, sem olhar a fonte. E eu fiquei mais preocupada com ele."

Brown, então um cantor de R&B em plena ascensão aos 19 anos, confessou a agressão e foi condenado a cinco anos de prisão, com direito a sursis. Ele pediu desculpas publicamente e só mais recentemente sua carreira se recuperou.

(Reportagem de Jill Serjeant)