Veterana comediante Phyllis Diller morre aos 95 anos nos EUA

segunda-feira, 20 de agosto de 2012 19:32 BRT
 

Por Steve Gorman

LOS ANGELES, 20 Ago (Reuters) - A comediante Phyllis Diller, ex-dona de casa que se tornou uma das primeiras mulheres a fazer sucesso na comédia "stand-up" nos Estados Unidos, morreu aos 95 anos nesta segunda-feira, segundo seu agente.

Ela foi achada morta em sua cama, no elegante bairro de Brentwood (Los Angeles), por seu filho Perry, que havia ido visitá-la, segundo relato do agente Milt Suchin. "Ela tinha um sorriso no rosto, como era de se esperar", disse ele.

Phyllis fazia piadas frequentes sobre a própria aparência ("Fui a uma praia de nudismo outro dia; levei 20 minutos para ser presa") ou sobre personagens inventados. Apresentava-se com uma piteira, o cabelo espevitado, figurinos extravagantes e constantes alusões ao marido fictício chamado Fang.

Ela estreou tarde na profissão, aos 37 anos, em 1955, fazendo um show no Purple Onion, em San Francisco. A participação em um concurso de humor de Groucho Marx na TV, "You Bet Your Life", lhe garantiu exposição em um universo até então exclusivamente masculino. Na época, ela era dona de casa e criava cinco filhos --descobriu o dom cômico em reuniões de pais e alunos.

Orgulhava-se de ter as piadas rigorosamente preparadas, e gabava-se de um suposto recorde mundial de 12 risadas por minutos.

(Reportagem adicional de Piya Sinha-Roy)