21 de Agosto de 2012 / às 17:02 / em 5 anos

França atrai gourmands com festival gastronômico a preços fixos

Por Alexandria Sage

PARIS, 21 Ago (Reuters) - Uma celebração da gastronomia durante uma semana pretende seduzir pretensos gourmands com orçamentos apertados a ingressar no mundo da cozinha fina francesa no próximo mês, com refeições a preço fixo em mais de mil restaurantes em todo o país.

Em seu terceiro ano, a “Tous au Restaurant”, ou “Todos ao Restaurante”, inscreveu 1.200 restaurantes, tanto estabelecimentos modestos quanto aqueles com estrelas Michelin, para oferecer uma refeição de três pratos a um preço reduzido, de 17 a 23 de setembro.

“Trata-se de democratizar a gastronomia, que é tida como cara”, disse Jean-Bernard Bros, vice-prefeito de Paris responsável pelo turismo, à Reuters. “Isso atrai clientes que não têm necessariamente o hábito de ir a restaurantes novos.”

A França tem uma longa e rica herança culinária, onde se encontra a “refeição gastronômica”, uma tradição social carregada de rituais adicionada à lista da Unesco de patrimônio cultural em 2010.

Mas a cozinha francesa --frequentemente à base de manteiga e creme -- é muitas vezes vista como exigente e fora de contato com apetites modernos por alimentos mais simples e mais saudáveis.

Com uma recessão também pesando sobre as escolhas dos comensais, uma nova geração de chefs tem procurado combater essa imagem com menus mais leves e mais restaurantes casuais que oferecem refeições de qualidade a preços acessíveis.

Em um almoço para promover o evento, os organizadores e membros da imprensa reuniram-se a 125 metros de altura no Jules Verne, o restaurante na Torre Eiffel do chef celebridade Alain Ducasse, que sonhou com a ideia há três anos.

“Nós estamos nos matando -- gastronomicamente!”, disse Bros, enquanto garçons traziam uma amostra do menu de aperitivos que poderão estar em oferta em setembro- gelatina de pepino com creme de leite fresco e um pargo cru servido com raspas de limão e ovo picado.

A festa culinária continuou na Citrus Etoile fora do Champs-Elysees, onde bacalhau escalfado em um caldo de gengibre e saquê e um purê simples de pequenas ervilhas verdes enfeitavam as mesas.

Relembrando o evento do ano passado, que atraiu mais de 400.000 pessoas em toda a França, o chef Gilles Epie disse que seu restaurante estava cheio de comedores ansiosos, de jovens a velhos.

“Nós tínhamos reservas para a semana inteira dentro de uma hora e meia”, disse ele. “Havia pessoas que vieram das províncias, jovens que tinham 20 anos de idade, realmente foi demais.”

Os organizadores afirmam que o festival de uma semana não visa o lucro. Epie disse que seu restaurante fica no meio a meio, mas se destina a encorajar aqueles que estão descobrindo o mundo da gastronomia pela primeira vez.

Ao mesmo tempo, dizem eles, pode abrir as portas para jovens que queiram fazer uma carreira no chamado “métiers de bouche” - literalmente “profissões da boca”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below