Cineasta ligado à oposição é preso na Síria

sexta-feira, 24 de agosto de 2012 18:30 BRT
 

AMÃ, 24 Ago (Reuters) - Forças de segurança da Síria prenderam um documentarista que ajudou pessoas que perderam suas casas ou empregos devido à repressão contra a atual rebelião no país, disseram amigos dele na sexta-feira.

Arwa Nairabiya, fundador do festival de documentários Damascus Dox Box, foi preso na quinta-feira à noite no aeroporto de Damasco, de onde pretendia embarcar para o Cairo, segundo colegas e amigos.

Nairabiya, de 35 anos, é parte de uma nova geração de cineastas sírios que desafiou as restrições culturais do regime de Bashar al Assad.

"Parece que é crime estabelecer um movimento cinematográfico independente na Síria", disse o cineasta Ahmad Malas em declaração por vídeo gravada fora da Síria.

Um amigo dele em Damasco disse, sob anonimato, que teme pela segurança do documentarista. "Rezamos para que Arwa saia de lá bem. O regime tem sido brutal com os intelectuais da Síria."

(Por Khaled Yacoub Oweis)