Eastwood fez algo "único" na convenção, elogia mulher de Romney

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 16:06 BRT
 

WASHINGTON, 31 Ago (Reuters) - Ann Romney chamou o ator e diretor Clint Eastwood de "um cara único" após sua conversa unilateral com um imaginário presidente Barack Obama, antes do discurso de seu marido, Mitt Romney, na Convenção Nacional Republicana na véspera.

Eastwood foi um orador de surpresa na convenção em Tampa na quinta-feira à noite, quando Mitt Romney aceitou a nomeação republicana para concorrer contra Obama na eleição de 6 de novembro.

Eastwood conversou com uma cadeira vazia, dublando as falas ao fingir que o presidente norte-americano estava sentado nela, e mudava de tópico para tópico. Muitos da plateia gostaram, mas alguns observadores disseram que ele tirou um pouco dos holofotes de Romney.

Ann Romney apareceu em todos os três principais programas televisivos na manhã desta sexta-feira e disse que foi surpreendida pelo discurso de Eastwood.

"Nós agradecemos o apoio de Clint, ele é um cara único e ele fez uma coisa única na noite passada", disse ela ao "This Morning", da CBS.

Eastwood falou após um vídeo comovente sobre Mitt Romney e sua família, mostrando um lado mais pessoal do candidato presidencial, em um esforço para torná-lo mais agradável aos eleitores.

O diretor e ator vencedor do Oscar, de 82 anos e republicano de longa data, divagou através de vários temas, censurando a cadeira vazia.

Ann Romney disse que gostaria que mais telespectadores do horário nobre tivessem visto o vídeo da família e outros depoimentos de paroquianos mórmons, religião de Romney.

"Eu acho que é importante que as pessoas vejam esse lado de Mitt", disse ela na CBS. "Nós somos gratos ao apoio de Clint, é claro. Mas é tão difícil realmente ter uma noção de quem é essa pessoa, em tão curto espaço de tempo."

"Sim, eu gostaria que mais pessoas tivessem visto aqueles momentos tocantes."

(Reportagem de Roberta Rampton)