Atores brilham em Veneza com filme inspirado na Cientologia

sábado, 1 de setembro de 2012 16:16 BRT
 

Por Silvia Aloisi e Mike Collett-White

VENEZA, 1 Set (Reuters) - Philip Seymour Hoffman brilha como líder de um culto em "The Master", um envolvente novo filme inspirado na vida real do fundador da Cientologia L. Ron Hubbard sobre como poder e fé podem corromper.

O filme do mesmo diretor de "Sangue Negro", Paul Thomas Anderson, foi lançado no Festival Internacional de Cinema de Veneza neste sábado e, tendo a Weinstein Company como distribuidora nos Estados Unidos, o filme pode ser uma boa aposta para indicações ao Oscar.

O filme foi rotulado como "polêmico" meses antes de seu lançamento, principalmente por causa dos paralelos com a Cientologia, uma auto-denominada religião que é seguida por alguns dos maiores nomes de Hollywood e tem uma reputação por guardar cuidadosamente sua imagem.

Seus críticos descrevem o movimento como culto, o qual dizem assediar aqueles que querem sair, apesar de o movimento negar as críticas.

Anderson confirmou que o personagem de Hoffman, um homem carismático, charmoso e controlador que lidera uma fé chamada "A Causa", foi baseado em Hubbard, que morreu em 1986.

"É um personagem que criei baseado em L. Ron Hubbard. Há muitas semelhanças com os primeiros dias da Dianética", disse o diretor a repórteres após uma exibição para a imprensa, referindo-se ao sistema de auto-ajuda que Hubbard desenvolveu para a Cientologia.

"Eu não sei realmente muito sobre a Cientologia, particularmente agora, mas eu sei bastante sobre o início do movimento e isto me inspirou a usar como pano de fundo para estes personagens".

Ele disse também que havia mostrado o filme a Tom Cruise, seguidor da Cientologia que estrelou no drama de Anderson "Magnolia", de 1999.   Continuação...