Fotos do príncipe nu não serão investigadas por órgão regulador

quinta-feira, 6 de setembro de 2012 19:57 BRT
 

LONDRES, 6 Set (Reuters) - A Comissão de Queixas contra a Imprensa do Reino Unido disse na quinta-feira que seria inadequado investigar a publicação pelo tabloide Sun de fotos em que o príncipe Harry aparece nu, já que ele próprio não fez uma queixa formal.

O órgão regulador disse ter recebido cerca de 3.800 queixas de membros do público por causa das fotos em que Harry, de 27 anos, aparece nu com uma mulher num quarto de hotel em Las Vegas. O tabloide, pertencente ao empresário Rupert Murdoch, havia ignorado pedidos da família real para não publicar o material.

As granuladas fotos saíram inicialmente em um site de fofocas dos EUA, e foram reproduzidas em jornais do mundo todo. Na Grã-Bretanha, porém, só o Sun as publicou.

A Comissão de Queixas contra a Imprensa disse estar em um "contínuo diálogo" com os representantes do príncipe, mas considerou que iniciar uma investigação sem o consentimento dele seria mais uma intromissão em sua privacidade.

"A comissão estaria mais bem posicionada para entender essas questões - inclusive as circunstâncias em que as fotografias foram tiradas - com o envolvimento formal dos representantes do príncipe Harry", disse a entidade. "A comissão (...) concluiu que seria inadequado abrir uma investigação neste momento."

(Reportagem de Tim Castle)