Al Pacino poderá interpretar técnico que caiu em desgraça

segunda-feira, 10 de setembro de 2012 19:49 BRT
 

Por Zorianna Kit

LOS ANGELES, 10 Set (Reuters) - O ator Al Pacino, de "O Poderoso Chefão", poderá em breve interpretar o falecido técnico de futebol americano Joe Paterno em um possível projeto para TV ou cinema que está em estudos em Hollywood, disse uma porta-voz de seu agente nesta segunda-feira.

O website Deadline.com, da indústria cinematográfica em Hollywood, informou na sexta-feira que o ator manifestou interesse em interpretar Paterno, treinador que caiu em desgraça em um escândalo de pedofilia que chocou os Estados Unidos no ano passado.

O filme se basearia na biografia "Paterno", um best-seller escrito pelo especialista em esportes Joe Posnanski.

A agência ICM, que representa Pacino, confirmou nesta segunda-feira à Reuters o relato do Deadline, mas não deu mais detalhes sobre o assunto.

Não há ainda um roteiro e nenhum diretor escolhido para o projeto, para o qual ainda precisaria ser definido um estúdio de cinema ou rede de televisão.

Paterno foi demitido em novembro de 2011 depois que seu ex-técnico-assistente, Jerry Sandusky, foi acusado de abusar sexualmente de vários garotos por mais de 15 anos. Posteriormente, Sandusky foi condenado em 45 dos 48 delitos de que era acusado. Ele está preso aguardando a sentença.

Paterno morreu em janeiro de câncer de pulmão, aos 85 anos, dois meses depois de ser demitido. Um relatório independente divulgado em julho dizia que líderes da equipe do Penn State, incluindo Paterno, acobertaram por anos os abusos cometidos por Sandusky, demonstrando desprezo pelas vítimas para proteger um projeto multimilionário de futebol.

Posnanski começou a escrever o livro em 2011, com a cooperação de Paterno antes que o escândalo explodisse. O autor inseriu o escândalo na obra, incluindo suas conversas com Paterno sobre o que havia ocorrido. O livro foi publicado no mês passado nos EUA.