Marta Suplicy vai assumir Ministério da Cultura

terça-feira, 11 de setembro de 2012 17:21 BRT
 

BRASÍLIA, 11 Set (Reuters) - A senadora Marta Suplicy (PT-SP) vai assumir o Ministério da Cultura, em substituição a Ana de Hollanda, que deixou o cargo nesta terça-feira em meio a críticas de setores artísticos.

Marta, que promete se esforçar para deixar uma "marca" no ministério, tomará posse na quinta-feira.

A saída de Ana de Hollanda foi confirmada após uma rápida reunião entre ela e a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.

A presidente havia telefonado para Marta no início da tarde para "sacramentar" o convite, disse a jornalistas a ministra de Comunicação Social, Helena Chagas.

"Não estava no programa isso", afirmou Marta a jornalistas No Congresso, após a confirmação de seu nome.

"Não vou dizer não para a presidente, e o Ministério da Cultura é extremamente desafiador... Vou me esforçar muito para deixar uma marca nesse ministério", acrescentou.

Ana de Hollanda foi alvo de críticas desde a chegada ao cargo por parte de diferentes setores do meio artístico, que se acentuaram com um manifesto divulgado neste ano, assinado intelectuais e militantes que pediam sua substituição, cujo "despreparo" foi considerado "dolorosamente evidente".

Ela também foi envolvida em denúncias pelo suposto recebimento de diárias oficiais, mesmo sem participar de eventos do governo. A Controladoria-Geral da União (CGU) pediu que ela devolvesse os valores.

Marta, que foi ministra do Turismo no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desejava concorrer à prefeitura de São Paulo nas eleições de outubro, mas foi preterida pelo ex-ministro da Educação Fernando Haddad. O movimento para tentar alçar Haddad à prefeitura foi liderado por Lula, que afastou a realização de prévias no partido.   Continuação...