Led Zeppelin evita questões sobre reencontro em lançamento de filme

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 15:48 BRT
 

Por Mike Collett-White

LONDRES, 21 Set (Reuters) - Os integrantes da banda de rock britânica Led Zeppelin na sexta-feira evitaram a questão sobre se vão se apresentar juntos de novo. O mais perto disso deve ser um filme sobre o último concerto deles em 2007.

O grupo que trouxe ao mundo faixas como "Whole Lotta Love", "Kashmir" e "Stairway to Heaven" se reuniu há cinco anos na O2 Arena de Londres para um tributo a Ahmet Ertegun, fundador da Atlantic Records, que assinou com o Led Zeppelin em 1968.

Foi uma das poucas vezes que a banda se apresentou junta depois de se desmanchar após a morte do baterista John Bonham em 1980, e gerou especulações de que uma reunião lucrativa poderia estar sendo programada.

Isso não se materializou e, em uma entrevista coletiva para promover o novo vídeo da apresentação de 2007, chamada "Celebration Day", o vocalista Robert Plant, o guitarista Jimmy Page e o baixista e tecladista John Paul Jones não quiseram falar sobre os planos futuros.

Questionados sobre a probabilidade de um reencontro, Page, considerado um dos maiores guitarristas da história do rock, respondeu: "Posso te fazer uma pergunta? Vocês todos viram o filme. Vocês gostaram dele?"

A resposta, vinda de jornalistas e fãs, foi afirmativa. "Então todos fizemos nosso trabalho", disse o guitarrista grisalho de 68 anos.

Quando um jornalista perguntou se o Led Zeppelin "faria isso de novo", Plant apenas respondeu: "Com você?"

As respostas evasivas indicam que o jogo de adivinhação sobre uma das reuniões mais aguardadas do rock continuará.

"Celebration Day", dirigido por Dick Carruthers, é um filme de duas horas com 16 faixas da apresentação da banda, começando com "Good Times Bad Times", incluindo "Dazed and Confused" e "Whole Lotta Love" e terminando com "Rock and Roll".