Fox News atribui exibição ao vivo de suicídio a "erro humano"

sábado, 29 de setembro de 2012 17:09 BRT
 

29 Set (Reuters) - A emissora norte-americana de televisão Fox News desculpou-se neste sábado por um "grave erro humano", que resultou em espectadores assistindo a um suspeito de roubar carros se suicidar após uma perseguição policial.

A cobertura do incidente ocorrido na sexta-feira, que provocou indignação nas redes sociais e um rápido pedido de desculpas do âncora Shepard Smith, mostrou um homem cambaleando de um carro supostamente roubado no deserto perto de Phoenix, na sexta-feira.

À medida que uma câmera em um helicóptero providenciava cobertura ao vivo, o homem parou a uma pequena distância do carro, puxou o gatilho de uma arma apontada para o lado direito de sua cabeça e caiu em direção ao chão.

"Nós tomamos todas as precauções para evitar qualquer incidente desse tipo ao vivo, exibindo as imagens do helicóptero com um atraso de cinco segundos", disse Michael Clemente, vice-presidente executivo do Editorial Notícias do canal.

"Infelizmente, esse erro foi resultado de um grave erro humano, e nós nos desculpamos pelo que os telespectadores viram na tela", ele disse em comunicado.

Um porta-voz da polícia de Phoenix confirmou que o homem, o qual as autoridades afirmaram ter atirado contra os oficiais e o helicóptero da polícia durante a perseguição, morreu no local após atirar em si mesmo.

(Reportagem de Colleen Jenkins)