ESTREIA-"Os Infratores" retrata violenta história real da Lei Seca nos EUA

quinta-feira, 11 de outubro de 2012 12:09 BRT
 

SÃO PAULO, 10 Out (Reuters) - Era o período da Lei Seca nos Estados Unidos (1920-1933). Como tantas outras pessoas que faturavam na clandestinidade, o trio de irmãos Bondurant passou a fabricar e vender bebidas alcoólicas ilegalmente. A história está em "Os Infratores", filme dirigido por John Hillcoat ("A Estrada"), com roteiro do músico Nick Cave e baseado num livro recentemente lançado no Brasil, escrito por um dos descendentes do clã, Matt Bondurant.

A violência da história não é nada surpreendente. Era praticamente uma época sem lei, em que o que contava eram os punhos e as balas. Forrest (Tom Hardy, o vilão do último "Batman"), Howard (Jason Clarke) e Jack (Shia LaBeouf) Bondurant vivem de seu alambique, onde o vizinho Cricket (Dane DeHaan) tenta inventar novas fórmulas.

Quando o governo se materializa em sua região na forma de um cruel agente federal, Charlie (Guy Pearce), os negócios tornam-se mais perigosos. Especialmente porque o irmão caçula, Jack, ampliou a lista de clientes, tornando-se fornecedor de um dos mais famosos gângsters da época, Floyd Banner (Gary Oldman).

O australiano Hillcoat opta por um registro que transita entre o realismo e a fantasia. Há uma lenda no filme em torno da invulnerabilidade física de Forrest, tido como imortal. Há momentos em que só essa lenda justifica ele continuar vivo, tornando o absurdo de sua sobrevivência, às vezes, pretexto para o humor.

O que move a narrativa são os embates entre os irmãos e o agente Charlie. Forrest é o mais corajoso, enfrenta seus inimigos de frente, sem medo de apanhar ou levar tiros, assim como Howard, enquanto Jack é inegavelmente covarde, apanhando e fugindo sempre que possível.

Quando há a ascensão da família Bondurant, o caçula se transforma numa espécie de dandy do seu universo, com roupas caras e trejeitos que imitam James Cagney, que na época estrelou "Inimigo Público".

Esse universo de alto nível de testosterona é abalado pela intervenção de duas figuras femininas. Maggie (Jessica Chastain, de "A Árvore da Vida") chega de forma misteriosa e se torna garçonete no café pertencente aos irmãos -- uma espécie de QG e disfarce para suas operações ilegais.

Logo descobre-se que ela fugiu de Chicago, tentando salvar-se de homens perversos, que não tardam a encontrar sua pista em Franklin.

Já Bertha (Mia Wasikowska, de "Inquietos") é a filha de um pastor por quem Jack se apaixona. O contraste entre os mundos desses dois personagens é evidente, mas é justamente aí que reside a atração de algo novo que trazem um ao outro. Ela, a estabilidade, enquanto ele a ensina como aproveitar mais a vida.   Continuação...

 
Integrantes do elenco de “Os Infratores” e o diretor John Hillcoat (2o à dir.) posam para fotógrafos no festival de Cannes. 19/05/012 REUTERS/Vincent Kessler