Brad Pitt é o primeiro rosto masculino do Chanel No. 5

segunda-feira, 15 de outubro de 2012 20:48 BRT
 

LOS ANGELES, 15 Out (Reuters) - O ator Brad Pitt se tornou nesta segunda-feira a primeira personalidade masculina a emprestar seu rosto para a publicidade do célebre perfume Chanel No. 5, numa campanha que gerou polêmica entre especialistas e fãs.

Pitt, de 48 anos, aparece de cabelo comprido e roupas casuais, olhando com jeito melancólico para a câmera, num enigmático vídeo em preto e branco dirigido por Joe Wright, de "Desejo e Reparação".

"Não é uma viagem. Toda viagem termina, mas nós prosseguimos. O mundo dá voltas, e damos voltas com eles. Planos desaparecem, sonhos dominam. Mas, aonde quer que eu vá, lá está você, minha sorte, meu destino, minha fortuna. Chanel No. 5, inevitável", diz o ator.

O vídeo é parte de uma campanha publicitária de 10 milhões de dólares, dos quais 7 milhões foram para o cachê de Pitt, segundo o Women's Wear Daily.

Erik Hayden, na revista Time, qualificou o anúncio de "absurdo", dizendo que "o monólogo vagamente existencial ... soa como se fosse a narração descartada do trailer de "A Árvore da Vida", de Terrence Malick.

Já Zach Johnson, do US Weekly, descreveu o vídeo como "sensual", e Amy Fine Collins, da Vanity Fair, disse que a escolha de Pitt como protagonista mostra que a grife francesa está "sutilmente voltando às suas origens de distorção dos gêneros".

Em nota divulgada pela marca francesa, Pitt disse que o perfume, lançado em 1921 por Coco Chanel, "sempre foi a mais representativa fragrância feminina".

"É isso que eu vejo como sendo o apelo dessa campanha: ela vai além do abstrato da emoção e da beleza, para evocar o que é atemporal: o espírito de uma mulher".

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)