Vítimas irão processar espólio de Savile por abuso

quinta-feira, 1 de novembro de 2012 19:34 BRST
 

LONDRES, 1 Nov (Reuters) - As pessoas que foram abusadas sexualmente em sua juventude por uma das mais celebradas estrelas da BBC vão processar a emissora pública e o espólio de Jimmy Savile, disse nesta quinta-feira um advogado que representa algumas das vítimas.

As acusações de abuso contra o recentemente falecido Savile, descrito pela polícia como um dos criminosos sexuais mais prolíficos da Grã-Bretanha, têm manchado a reputação da BBC e colocado os empregos do atual chefe e do anterior em dúvida.

Centenas de vítimas apareceram no escândalo que lança Savile, um DJ que virou estrela de televisão festejado pela realeza e por políticos, como um pedófilo que abusou de crianças na propriedade da BBC.

"Certamente um vai processar a BBC e todos vão processar o espólio", disse Alan Collins, advogado que representa 12 vítimas, à Reuters por telefone.

"Se Savile fez coisas em sua capacidade como um empregado da BBC, então o empregador, a BBC, é potencialmente responsável", afirmou Collins, apesar de dizer que o objetivo principal da maioria das vítimas é obter o reconhecimento do abuso.

Savile morreu no ano passado, aos 84 anos de idade.

A ação legal contra a BBC pode prejudicar ainda mais a posição do diretor geral George Entwistle, que foi satirizado pela mídia local como "confuso, trapalhão e sem noção", por sua pobre atuação na pior crise da história de 90 anos da corporação.

Perguntas também foram levantadas sobre o predecessor de Entwistle, Mark Thompson, que deve assumir o New York Times Co.

O primeiro-ministro David Cameron afirmou que as alegações de abuso sexual deixam a BBC e outras instituições com questões sérias a serem respondidas.

Advogados que representam vítimas do sexo feminino e masculino, algumas das quais com menos de 8 anos de idade quando os abusos ocorreram, disseram que seus clientes indicaram a existência de uma rede de pedofilia organizada envolvendo outras celebridades na BBC durante o auge da fama de Savile nas décadas de 1970 e 1980.

Um porta-voz da BBC se recusou a tecer um comentário imediato.

 
O apresentador britânico da rede BBC, Jimmy Savile, morto no ano passado, chega a um evento em Londres, em setembro de 2005. As vítimas que foram abusadas sexualmente por ele vão processar a emissora pública e o espólio dele.18/09/2005 REUTERS/Paul Hackett