Robert Pattinson busca perigo após fim de "Crepúsculo"

sexta-feira, 16 de novembro de 2012 20:47 BRST
 

Por Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES, 16 Nov (Reuters) - O ator Robert Pattinson mexeu com os corações adolescentes no papel do vampiro Edward Cullen nos filmes da "Saga Crepúsculo", mas, ao encerrar a série que fez sua carreira deslanchar, ele disse estar atrás de papéis mais adultos e "perigosos".

"Amanhecer - Parte 2", lançado nesta semana, é o quinto e último episódio da série, no qual o atormentando amante Edward se torna um pai e marido disposto a proteger sua família de um antigo clã vampiresco.

O galã britânico de 26 anos diz que o assédio dos fãs de "Crepúsculo" o sobrecarrega, mas que ele espera que o público o acompanhe na nova fase da sua carreira.

"É tudo uma questão de controle. Agora, não sinto que eu tenha controle nenhum", disse ele à Reuters, rindo. "São fãs muito ardorosas, então é realmente importante descobrir como lidar com esse público veemente."

Pattinson ficou famoso como o sombrio Edward, mas disse não temer a pecha de jovem herói angustiado. "Não sou particularmente angustiado na minha vida real", afirmou.

O ator já está encaminhando sua carreira para a nova fase. Interpretou um gigolô francês do século 19 em "Bel Ami" e um bilionário numa crise existencial em "Cosmópolis", de David Cronenberg. Os dois filmes, no entanto, foram mal nas bilheterias.

Na fila agora estão "Map to the Stars", novamente com Cronenberg, e "The Rover", faroeste ambientado no deserto australiano.

"Tudo com que me comprometi agora é muito físico, porque sinto que fiz algumas coisas em que fico muito parado. Estou tentando encontrar pessoas que estejam fazendo coisas que pareçam perigosas", disse Pattinson.

 
O ator Robert Pattinson posa para fotos antes da pré-estreia alemã do filme "Amanhecer - Parte 2", em Berlim, na Alemanha, nesta sexta-feira. 16/11/2012