21 de Novembro de 2012 / às 19:08 / 5 anos atrás

Escultura de Botero lidera leilão de arte da América Latina em NY

Visitante observa pintura de Fernando Botero no Museu de Belas Artes em Bilbao, na Espanha. A escultura "Cavalo", bronze do artista colombiano Fernando Botero, foi a peça mais cara no leilão de arte latino-americana realizado na terça-feira pela casa Christie's, que também registrou um recorde para o artista cubano Tomás Sánchez. 28/10/2012Vincent West

Por Walker Simon

NOVA YORK, 21 Nov (Reuters) - A escultura "Cavalo", bronze do artista colombiano Fernando Botero, foi a peça mais cara no leilão de arte latino-americana realizado na terça-feira pela casa Christie's, que também registrou um recorde para o artista cubano Tomás Sánchez.

Entre artistas brasileiros, a obra mais valorizada foi "Jogos de Carretéis I" (1957), de Iberê Camargo, vendida por 422,5 mil dólares - recorde para o artista, com cerca do triplo da estimativa prévia ao leilão, que era de 120 a 180 mil dólares.

A obra de Botero, feita em 1999 e coberta por pátina marrom, foi arrematada por 938,5 mil dólares. A tela "Buscador de Paisajes" (2005), de Sánchez, saiu por 626,5 mil dólares, segundo a Christie's.

Virgilio Garza, chefe de arte latino-americana da empresa, disse que o leilão de terça-feira reflete o "mercado enérgico e seletivo" da arte latino-americana.

Havia 79 obras em oferta, das quais 61 foram vendidas, por um total de 13,6 milhões de dólares.

"Freira Comendo Uma Maçã", tela pintada por Botero em 1981, e descrita pela Christie's como uma peculiar representação do pecado original, foi vendida por 602,5 mil dólares.

A robusta religiosa aparece na tela segurando uma Bíblia na mão esquerda, e o fruto proibido na direita. "A maçã pode representar a tentação", explicou Garza. "Parece quase que ela está sendo flagrada, com seus olhos fitando para fora do quadro."

A obra de Sánchez mostra um homem minúsculo contemplando uma enorme floresta. Entre as copas das árvores, veem-se um riacho e uma nesga de céu azul. Ao fundo, uma faixa rosa irrompe entre a folhagem.

"Tres Personajes en un Interior" (1970), óleo e areia sobre tela de Rufino Tamayo, foi outro destaque do leilão, alcançando 698,5 mil dólares.

O "Retrato de Linda Christian" (1947), de Diego Rivera, foi vendido por 578,5 mil dólares. A obra foi pintada um ano antes que essa atriz de Hollywood se casasse com Tyrone Power e contracenasse com Johnny Weissmuller no último filme dele como o personagem Tarzan. Christian, que nasceu no México, morreu no ano passado.

Outros recordes foram para obras da cubana Carmen Herrera ("Amarillo 2", de 1971, escultura em acrílico sobre madeira em relevo, por 170,5 mil dólares) e da colombiana Olga de Amaral ("Montana", tapeçaria de 1998, por 103,3 mil dólares).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below