Disney perde recurso em processo movido por criador de game-show

terça-feira, 4 de dezembro de 2012 21:10 BRST
 

LOS ANGELES, 4 Dez (Reuters) - Um tribunal da Califórnia rejeitou na terça-feira um recurso da Walt Disney Co. num processo aberto pelos criadores britânicos do programa de TV "Who Wants to be a Millionaire?", que terão direito assim a uma indenização de 319 milhões de dólares. A Disney pedia a repetição do julgamento.

A empresa britânica Celador International, criadora do jogo televisivo de conhecimentos gerais, processou a Disney em 2004, alegando que a empresa ocultou da Celador parte dos lucros do programa nos EUA.

Três juízes do Nono Circuito da Corte de Recursos dos EUA, em Pasadena, entenderam na segunda-feira que a sentença da instância inferior não foi excessiva nem baseada em especulações sobre os lucros devidos.

Em 2010, um júri concluiu que a Disney e sua subsidiária de distribuição doméstica, a Buena Vista Television, deviam 269,2 milhões de dólares à Celador, e um juiz federal acrescentou outros 50 milhões de dólares como juros.

Em nota divulgada na terça-feira, a Disney e a Buena Vista Television disseram ter cumprido todas exigências contratuais e estarem "extremamente desapontadas" com o veredicto.

"Who Wants to Be a Millionaire?", um marco nos programas do gênero, foi ao ar entre 1999 e 2002 pela rede ABC, pertencente à Disney.

(Reportagem de Eric Kelsey)