Ator Gérard Depardieu põe casa de Paris à venda e acirra polêmica

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 19:06 BRST
 

PARIS, 13 Dez (Reuters) - O ator francês Gérard Depardieu, acusado de tentar burlar o fisco ao se mudar para uma casa logo além da fronteira com a Bélgica, colocou à venda sua suntuosa casa de Paris, na França.

Assim como Depardieu, vários franceses ricos estão buscando se proteger de um novo imposto sobre fortunas. O imóvel à venda é uma vasta mansão do século 19 no bairro de Saint Germain, em Paris, há décadas frequentada por escritores, músicos e marchands.

Seu corretor imobiliário não quis revelar o preço do imóvel, que é tombado como monumento nacional e, além do casarão, inclui piscina, jardins e um anexo ultramoderno, que já serviu como teatro.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, havia qualificado o comportamento de Depardieu como "patético" e antipatriótico, num momento em que os franceses estão sendo chamados a pagar mais impostos para reduzir o endividamento nacional.

Um parlamentar irritado propôs que a França copiasse uma lei norte-americana que implicasse a perda da nacionalidade em casos como o de Depardieu e outros.

O astro de "Cyrano de Bergerac", de 63 anos, recentemente comprou uma casa em Nechin, aldeia belga próxima à fronteira, onde 27 por cento dos moradores são cidadãos franceses, disse o prefeito local Daniel Senesael à mídia francesa no domingo.

(Reportagem de Brian Love e Gérard Bon)